Colunistas Daqui Geni Alburquerque

A Beleza da Granja Viana e região!

Escrito por Geni Alburquerque

Quem não se encanta com o que é belo, lindo, que atrai o nosso olhar?

Somos geneticamente, programado(a)s para apreciar a beleza, porque é ela quem nos diferencia em todos os sentidos.

Por ser única, a beleza valoriza porque promove a harmonia visando a virtude, porém desperta a cobiça.

A Granja Viana e região é tão bela, única e atraente que muitas vezes é designada como “bucólica”, uma palavra que nem todos entendem seu significado porque simplesmente este se resume quando chegamos pela primeira vez.

Por aqui somos apenas, expectadores do que a Natureza tem a nos oferecer como a mais pura essência da beleza.

Diante da percepção de tanto prazer por vivenciarmos momentos tão singulares, deixamos de apreciar o próprio “umbigo”, porque ansiamos por desfrutar desta satisfação por mais tempo.

Como a beleza existe apenas e tão somente, nos olhos de quem a vê, sua destruição começa quando todos querem tê-la para si próprios, ou faturar em cima dela.

A beleza também pode ser matemática, porque ao condicionar uma maior proporção sobre o que nos fascina, mais atraente se torna especular sobre ela.

Por ser transitória, a beleza depende de cada um de nós para que seja transmitida através das gerações.

Um exemplo bastante prático do quanto pode ser passageira a existência da beleza está presente nas transformações recentes dos bairros com a alteração das leis que determinam como deve ser o parcelamento, o uso e a ocupação dos espaços públicos e privados, isto é, o nosso vai-e-vem a cada dia.

A história da família e a cultura da época são demolidas e provisoriamente se transformam em estacionamento.

Incorporadoras e Construtoras aguardam ansiosamente pela emissão de “CEPACs” e mudanças na “Outorga Onerosa do Direito de Construir” (solo criado).

Durante o lançamento imobiliário, se o corretor é questionado sobre aquela bela árvore frutífera que alimenta tanto a sociedade quanto a biodiversidade e mesmo sendo nativa, estando sinalizada será preservada, a negativa é categórica e definitiva.

E a paisagem vai ficando cada vez mais vertical, linear, cinza, artificial, comum em qualquer lugar, dura, impessoal, desigual, sendo impossível encontrar a beleza, mesmo que de outra perspectiva.

“Revitalizações” também são sinônimos de destruição da beleza original impondo à sociedade, um padrão estético de gosto duvidoso e repetitivo.

Link: http://novo.cotia.sp.gov.br/2017/11/30/atracoes-culturais-marcam-a-entrega-do-novo-parque-linear-de-cotia/

Na Granja Viana e região, temos exemplos de como a beleza genuína pode vir a ser subtraída, como o córrego Potion que expõe nossos problemas sociais e educacionais a céu aberto e através do cheiro, que é de cada um de nós, espelhando o nosso descaso para com o nosso maior patrimônio: Água!

Um riacho que deveria ser despoluído e elevado à categoria de atração turística com muito orgulho ambiental, entretanto poderá ser canalizado e transformado em viela como tantas outras que um dia exibiram a beleza da exuberância da Mata Atlântica.

A beleza composta pelo conjunto de árvores plantadas por pessoas que deixaram sua pegada ecológica na região por serem consideradas como “Entraves ambientais” podem ser suprimidas para que apenas, mais veículos permaneçam, estagnados à sua volta, poluindo ainda mais o ar que respiramos.

Se não estivermos atentos aos projetos propostos como “Canto-das-Sereias-imaginárias”, a beleza da nossa região se transformará em um espetáculo de horrores com a desvalorização imobiliária que segundo o Secretário de Habitação de Cotia, Sergio Folha (Site da Granja) se faz necessária para que a cidade receba investimentos.
José Roberto Baraúna Filho, responsável pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano acredita que a duplicação de meros, 420 metros da Avenida São Camilo, delegada ao município de Carapicuíba, será capaz de solucionar a paralisação da mesma e que prédios no centro da Granja Viana jamais “ engessarão” a mesma, segundo a mídia local.
E nem a beleza das últimas Paineiras da Raposo, exemplo mais do que vivo da preservação da história da própria rodovia serão poupadas com viadutos de acesso que fazem tilintar os ouvidos dos proprietários dos terrenos que serão desapropriados.

Abra seus olhos e seu coração para as belezas existentes, charmosas, valorizadas e exclusivas da Granja Viana e região, prestando muita atenção aos detalhes do pacote de revitalização proposto pela Prefeitura de Cotia.

Sobre o autor

Geni Alburquerque

Autodidata multidisciplinar. Sócia-proprietária da Taúna e consultora em paisagismo ambiental e jardinagem.

Blog: qualidadedevidaejardim.blogspot.com.br

Facebook:
• https://www.facebook.com/qualidadedevidaejardim
• https://www.facebook.com/Paisagismo-e-jardinagem-por-Geni-Albuquerque-393059724187938

Deixe um comentário