Autoconhecimento e Espiritualidade Colunistas Tânia Guerino

A capacidade de desejar – Motivações saudáveis e doentias do desejo

5-dicas-realizar-seus-sonhos-claudia-financas-pessoais
Escrito por Tânia Guerino

Sempre que a capacidade de desejar é obstruída, consciente ou inconscientemente, não se consegue atingir a satisfação.

Por mais que se deseje uma satisfação específica com todas as suas forças, se ela contém fatores inconscientes de impedimento, jamais a realização será alcançada.

Um fator importante a se investigar com relação aos desejos são suas motivações: quando são saudáveis e quando são doentias.

A motivação é saudável quando você deseja uma coisa por ela mesma.

Por exemplo: desejar viajar para o Egito para conhecer as pirâmides de perto, porque me encantava com a história quando estudava no colégio.

Já motivações doentias se baseiam em:

  •  tensão;
  •  estão sempre ligadas ao medo;
  •  o desejo se revela como um meio para se obter um fim
    (falsidade);
  •  o objetivo do desejo é distorcido para suprir uma necessidade;
  •  as verdadeiras motivações permanecem ocultas e resultam no
    medo de não se obter o que é necessário.

Por exemplo: desejar ter dinheiro para ser valorizado e respeitado (o dinheiro se revela um meio para atingir um propósito incompatível). Essa motivação só será positiva ao se desejar o dinheiro pelo dinheiro, para obter conforto, contribuir, etc.

Quanto mais inconsciente a motivação, mais doentio o desejo e mais ele vai se interpor entre você e a satisfação.

DESEJO – MOTIVAÇÃO ERRADA = NÃO REALIZAÇÃO

DESEJO – RELAÇÃO DIRETA AO OBJETIVO = REALIZAÇÃO

Quanto mais aprofundamento e autoconhecimento, mais forte se torna a consciência e mais ela registra acuradamente quando uma motivação é errada e, portanto, coloca inibições no caminho.

Quando as motivações impuras e egoístas se tornam conscientes, faz funcionar melhor a capacidade de desejar.

Com uma pessoa menos desenvolvida, esse processo de consciência pode estar ausente e, portanto, sua capacidade de desejar pode funcionar mesmo que a motivação seja impura, porque ela acredita firmemente se tratar de uma motivação legítima.

A má interpretação do egoísmo pela humanidade revela culpa, falsidade e não merecimento, causas suficientes para Tania 2a inibição da realização de um desejo (geralmente um processo inconsciente).
E o indivíduo não compreende porque “fez tudo certo” e não conseguiu realizar o que desejava.

Quando se deseja algo que o beneficie, para desfrutar, sem estar relacionado com os outros ou para obter um fim, então o desejo não é egoísta.

Mas ao desejar algo para impressionar ou prejudicar outras pessoas (mostrar que é superior), por mais sutil que seja, então esse é um desejo egoísta.

Tania 3Uma motivação errada e prejudicial de um desejo não é necessariamente uma maldade ou um prejuízo material que se pretende impor à outra pessoa.

A vaidade fútil, a necessidade de estar acima dos outros, mesmo que sutilmente e não declarada, vêm à superfície para distorcer as motivações e torná-las doentias. Então a satisfação é bloqueada e a capacidade de desejar é inibida.
tania 4b

Desejar algo de maneira construtiva e positiva inclui procurar entender os bloqueios e as proibições que a própria pessoa criou.

Somente então é possível expressar um desejo sem os entraves resultantes de compreensões internas erradas.

Causas que contribuem para inibir alguns elementos da capacidade de desejar:

  •  sentimento de ser indigno (inferioridade);
  •  falta de vontade de pagar o preço (relacionada à imaturidade da
    criança interna);
  •  autopunição por motivações erradas e ocultas;
  •  exagero no preço exterior a pagar, como compensação por não
  • querer pagar o preço verdadeiro;
  • o objetivo se torna questionável (insegurança);

É necessário descobrir especificamente quais os próprios desejos; porque se deseja isso; qual é o preço a pagar;  se está pronto, sem reservas, a pagar esse preço.

Com essas respostas honestas, perceber-se-á que ninguém, além de si mesmo, impede a própria satisfação e isso ajudará a evitar impressões erradas futuras sobre Deus, o destino e a vida.

HONESTIDADE É O PRIMEIRO PASSO PARA

A REALIZAÇÃO DOS DESEJOS E PARA SER

HONESTO É FUNDAMENTAL SE CONHECER

Texto fundamentado na palestra 56 da metodologia Pathwork

Sobre o autor

Tânia Guerino

Vive e trabalha na Granja Viana há mais de 20 anos, é Helper em Pathwork - uma metodologia de autoconhecimento que atua nos níveis físico, mental emocional e espiritual. É bacharel em Comunicação pela Faculdade Anhembi Morumbi, com larga experiência no mercado publicitário. É reikiana nível II e Instrutora de Liangong - ginástica terapêutica Chinesa.

Saiba mais em: http://taniabrascaguerino.blogspot.com

Deixe um comentário