A arte de palpitar

Se tem uma coisa da qual ninguém, mas ninguém mesmo, está a salvo é de palpite alheio. Palpitar é instinto natural, condicionamento genético, herança cultural, enfim, coisa contra a qual é...

Leia mais

Agora posso revelar

Vocês vão saber tudo sobre uma conspiração política em Brasília que correu solta, obteve sucesso total, e sobre qual você jamais leu uma linha sequer, seja nos jornais ou nos celulares. Nenhum...

Leia mais

De olho no vizinho

Na vida há duas certezas, o nascimento e a morte, a elas eu acrescento mais uma: vizinhos. No berçário da maternidade tive os meus. Não me lembro de nomes, pela breve convivência e neurônios...

Leia mais

O Não Belonguismo

Neste final de semana estive na casa dos meus pais com minha filha Laura, de 4 anos. Foi impossível não voltar à infância. Ao ver a curiosidade da neta sobre um berimbau encostado no canto do...

Leia mais

Dois mil e dezoito vem aí

2017 já era. Faltam apenas alguns detalhes finais – 17 prisões do Lava Jato, nova denúncia contra Temer, 17.428 mortes violentas, meu Palmeiras chegar lá, compras de Natal, e pronto. Página...

Leia mais

Não sou essa, nem aquela!

Estou numa festa. Muitos casais jovens com filhos pequenos. Duas senhoras idosas: Uma italiana que não conversa com ninguém e outra que às vezes fala em armênio alguma coisa que não entendo...

Leia mais

Não podia ser ela

Não podia ser ela a última a morrer. O filme era “The Day After”. Produzido em plena guerra fria, baseado no livro homônimo de Nevil Shute, contava a história da morte da humanidade após uma...

Leia mais