Saúde Território

Cotia retoma intensificação da ação de bloqueio contra a Febre Amarela

Escrito por Redação

A Prefeitura de Cotia retomou a intensificação da ação de bloqueio contra a Febre Amarela disponibilizando a vacina contra a doença em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), de segunda a sexta-feira, e no SAE/CTA, às quartas e sextas-feiras, das 8h às 17h. Todas as pessoas,  a partir de nove meses de idade, devem se imunizar contra a doença. A intensificação não tem prazo para terminar e, até o momento, mais de 60% da população de Cotia já está imunizada contra o vírus.

Diante da confirmação de novos casos da doença em todo o País, a procura pela vacina aumentou em diversos municípios e Cotia também registrou alta na procura. A Secretaria de Saúde pede aos moradores que, sendo possível, procure uma UBS com menor demanda.

Vale destacar que AS PESSOAS QUE JÁ TOMARAM A VACINA NÃO PRECISAM REPETIR A VACINAÇÃO. A dose aplicada em Cotia é única e vale por toda a vida.

Sobre a morte de macacos

Na última semana, a Secretaria de Saúde recebeu o resultado da análise das mostras coletadas em primatas (macacos) encontrados mortos em Cotia, quatro deram resultado positivo para a Febre Amarela, de acordo com o Instituto Adolf Lutz. Apesar dos resultados, não há motivo para pânico entre a população e nem para hostilidades contra os macacos. Cotia não tem a confirmação de nenhum caso de febre amarela em humano contraída no município.

E atenção! Cotia NÃO tem a confirmação de nenhum caso de febre amarela em humanos contraída no município. Esta semana circulou nas redes sociais uma Fake News (notícia falsa) sobre um caso de morte por febre amarela na cidade. Segundo a notícia, uma moradora do Jardim Sandra teria morrido em decorrência da doença. O Site da Granja entrou em contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Cotia que desmentiu o ocorrido.

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário