Bem estar Redação

Cuidados com os pés durante o Carnaval

pes home
Escrito por Redação

Saiba o que fazer para aproveitar ao máximo os cinco dias de folia

A partir desta sexta-feira, mais de 150 milhões de pessoas ocupam as ruas, avenidas e clubes brasileiros para cinco dias de festas. Todo mundo pisa no pé de todo mundo e ninguém sente na hora. Mas, conseguir pular a noite inteira e estar com os pés prontos para mais um dia de folia, não é uma tarefa fácil. Para não acabar com a festa antes da hora e poder voltar à rotina depois da folia, é bom seguir algumas dicas de cuidados com os pés para antes, durante e depois do Carnaval:

1 – Até um dia antes, faça uma esfoliação nos pés para remover as células mortas, reduzir o aspecto ressecado e o efeito esbranquiçado que costuma ficar no calcanhar. Esfoliar também ajuda os cremes de hidratação a penetrarem melhor na pele.

como hidratar os pes 52 – Após a esfoliação, aposte num bom creme hidratante, com ativos como a ureia e o ácido salicílico, por exemplo, que tratam o ressecamento e deixam os pés macios e mais fininhos. O melhor é aplicar esse tipo de produto durante a noite, pra que o pé não fique escorregando no sapato.

3 – Unhas grandes são mais fáceis de machucar no pisa-pisa da folia. Por isso, mantenha-as curtas, mas não muito, para não expor demais a pele mais sensível dos dedos. Também evite retirar totalmente as cutículas das unhas e lixar demais a sola dos pés, pois essas são proteções naturais do corpo que impedem a formação de infecções por bactérias, calos, frieiras e, principalmente, o aparecimento de bolhas.

pes14 – A escolha do calçado – tênis é sempre a melhor opção. Saltos sobrecarregam as pernas e podem provocar quedas e torções. Se o tênis não combinar com a fantasia, ao menos evite calçados abertos, como chinelos e rasteiras, que não protegem os pés de pedras, cacos de vidro e outros objetos que possam causar feridas. Bicos finos pressionam as pontas dos pés e vão causar dores antes do tempo. Dê preferência aos calçados que já tenham sido usados algumas vezes anteriormente, evitando assim surpresas desagradáveis, como descobrir que ele aperta demais ou marca alguma parte do pé em demasia. Dê uma olhada se o calçado tem costuras e/ou nervuras internas – elas podem machucar o pé, principalmente quando o sapato for usado por longo período. Palmilhas específicas garantem mais conforto para os pés.

5 – Existem adesivos que protegem os pés contra calos e machucados. Tenha alguns na bolsa, em caso de emergência.

6 – Após a diversão, ao chegar em casa, coloque o sapato para tomar um ar, na sombra, para que ele seque bem. Isso evita odores desagradáveis e deformações no calçado.

escalda-pe_jpg_465x600_upscale_q857 – Faça um escalda-pés para relaxar e ativar a circulação sanguínea: basta fazer a infusão de sal grosso na água em que se mergulhar os pés, deixando-os ficar nessa água pelo tempo em que a água ficar quentinha. E lembre-se: a água deve estar morna, não quente demais! Ervas medicinais ou óleos essenciais ajudam no relaxamento.

8 – Em caso de bolhas, pode-se furar com uma agulha esterilizada – mas não remova a pele, pois ela servirá de proteção natural para a região machucada. Fique mais atento para manter a área limpa, pois agora o risco de infecção passa a ser maior. Evite meias ásperas.

Por Cristiane Moura da rede de spas Shishindo

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário