Meio ambiente Metrópole Território

Embu das Artes elegeu representantes da Sociedade Civil para a Grande São Paulo

Escrito por Redação
A Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE) está entre os eleitos e vai integrar a Comissão Executiva

O Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado (PDUI) da Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) promoveu em Embu das Artes, em 26 de agosto, uma das assembleias públicas para definir representantes da sociedade civil.

Os eleitos poderão participar, com poder tripartite entre sociedade, estado e municípios, da construção do documento público que vai determinar o crescimento das cidades envolvidas nas cinco sub-regiões: leste, oeste, norte, sudeste e sudoeste de São Paulo.

A ONG Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE) está entre os eleitos e vai integrar também a Comissão Executiva, cujos envolvidos têm direito a voto e poder deliberativo nas decisões de impacto.

Para Rodolfo Almeida, presidente da ONG Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE), eleita e integrante do Comitê Executivo, a eleição foi positiva do ponto de vista socioambiental “Conseguimos atuar ao lado de ONG’s de Itapecerica da Serra, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, entre outros, que enfrentam dilemas socioambientais semelhantes aos nossos em Embu das Artes. Pretendemos formar um Grupo de Trabalho para defender os interesses da região”.

Os municípios Caieiras, Suzano, Osasco e Santo André também fizeram as reuniões onde, ao total, cerca de 30 representantes foram eleitos, entre entidades não governamentais, movimentos sociais, entidades de classe, institutos acadêmicos e de pesquisas.

Do total das vagas, 12 vão integrar o Comitê Executivo e 18 a Comissão Técnica. A reunião de posse aconteceu em 28 e agosto.

A lista oficial com os nomes de todos os eleitos ainda não foi divulgada.

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário