Ligia Vargas Moda

Estética e Funcionalidade num jeito novo de comprar

Escrito por Ligia Vargas

Paulo Varella, mora, trabalha e produz riqueza na Granja Viana. Riqueza cultural.
Pioneiro, trouxe para o Brasil o conceito de Galeria de Arte em centros comerciais. Em seu espaço, expõe fotografias impressas em metacrilato, impressões estas que faz no seu estúdio, aqui mesmo na Granja. Culto e elegante, é muito sincero na sua maneira de usar moda.

14528319_1307881892557296_100329815_n– Fale de si.
Sou dono da Photoarts. Um grupo de negócios que envolvem galerias de arteestúdio de “impressão fine art”  e revista de arte contemporânea .
Minha formação é em cinema, administração e química.
A escolha das três faculdades terminaram direcionando para o que eu faço hoje.
O meu negócio é uma extensão do que eu penso.
Eu acredito em um estilo de vida existencialista que, em poucas palavras, é o de tomar posse e responsabilidades pela minha vida e atos. Um dos conceitos mais importantes deste pensamento é: “Não engane a si mesmo”.

– Fale de sua relação com a moda.
Dentro deste conceito de não enganar a si mesmo vem a minha relação com os bens de consumo.
Ao comprar um item de moda eu sempre me questiono sobre a relação de marca x qualidade.
Eu prefiro comprar roupas que não caracterizem a marca, mas a qualidade.
Às vezes esta relação é direta (Uma marca famosa produz uma roupa de qualidade), mas nem sempre e é aí que precisamos ficar atentos.

– Qual é a sua roupa ou acessório favorito?14569679_1307929109219241_1304367942_n14580470_1307892435889575_1733511075_n
Por ser magro e alto (1.88/ 75 kg), poucas roupas se ajustam perfeitamente no meu corpo. Muitas vezes eu tenho que levá-las à uma costureira. O resultado às vezes fica bom, às vezes nem tanto. As roupas que se ajustam perfeitamente terminam sendo as minhas favoritas.

– Como faz compras?
Geralmente eu compro quando estou viajando. Até o ano passado, eu fazia isto nas viagens para os EUA. Com a queda do real, estas compras diminuíram. Ultimamente eu tenho feito uns testes comprando via Ali Express. Comprei duas camisas lá que me pareceram de boa qualidade.
Daqui umas 10 lavadas eu te digo como foi, ok?!

– Qual é a peça que você nunca usaria?14542656_1307929112552574_776368880_n14542607_1307929115885907_1454798098_n
Nunca é uma palavra forte, mas eu me sinto estranho fazendo propaganda para uma marca (usando camisetas estampadas da Abercrombie & Fitch, por exemplo) sem receber cachê. Não que eu mereça um cachê, claro. Mas eu só usaria se me fosse dada a camisa. Então, quem quiser me dar um presente, não se sinta intimidado…

Sobre o autor

Ligia Vargas

Moradora da Granja Viana desde 2003. Formada em artes plásticas, é fotografa, tendo participado
de diversas exposições aqui e em SP. Em 2014
criou com uma sócia a marca Frau Perolina, confecção de roupas e acessórios masculinos e femininos. Trabalha também peças com o conceito "no gender" ou unisex em saias, kilts e camisetas.
A marca faz uso de tecidos naturais, em sua maioria. Privilegia o conforto com estilo retrô.

Deixe um comentário