Cultura e lazer Música Redação

Leiko Motomura, a arquiteta do Pavilhão Lótus

Escrito por Redação

Foto: Lígia Vargas

Este domingo, budistas e simpatizantes, amigos da boa música tem um evento imperdível, a Orquestra de Cordas do Instituto Fukuda. Para a arquiteta Leiko Motomura, no entanto, esse prazer vai além da audição, é a estreia do Pavilhão Lótus, espaço projetado por ela, como doação, para o Templo Odsai Ling.

pav-02

“Considero essa história com o templo um encontro fortuito, que aconteceu na hora certa, no lugar certo” gosta de contar a arquiteta, moradora da Granja Viana há mais de vinte anos, reconhecida internacionalmente pelo seu trabalho, cujo foco é o mínimo impacto ambiental em  seus projetos.

Tudo começou em um festa junina em 2013, quando sua filha, praticante do budismo, a pedido da Lama Tserin Everest, perguntou à mãe se ela poderia ajudar em uma consulta para a construção de um espaço destinado às grandes reuniões de pessoas no templo, para cerimônias, apresentações e momentos especiais.

pav-112

Leiko, que se considera uma simpatizante do budismo, gosta dos ensinamentos, faz retiros sempre que pode, ficou à disposição para ajudar. Pouco tempo depois, ofereceu um projeto como doação, caso fosse satisfatório para os monges do templo.

Os religiosos analisaram a proposta e aprovaram.  A concepção do projeto é de uma área circular, com telhado de madeira, sustentado com apenas seis pilares, com 22 metros de distância entre um e outro, criando grandes vãos, sem interferência de colunas ao centro.

Tudo para facilitar tanto circulação, como não criar obstáculos internamente, para disposição de palcos e outras estruturas de apresentação. Também estão na inspiração, dados de geometrias sagradas, como a estrela de seis pontas. Deu-se o início da edificação, o Pavilhão Lotus, que pode comportar de 300 a 500 pessoas, dependendo da necessidade (palcos, palestras, orquestras).

“Todo arquiteto gosta de ver o projeto sair do papel e ser realizado. Tenho um apreço especial quando se trata de lugares a serviço do público, que beneficie muitas pessoas. Trata-se de um esforço para o bem comum”, reflete.

Aos 70 anos, extremamente jovial, com três filhos e quatro netos, Leiko trabalha em seu próprio escritório, o AMIMA – Arquitetura de Mínimo Impacto ao Meio Ambiente, com um olhar bastante conceitual, que busca materiais sustentáveis, mas também inspirações como a do cientista Emoto Masuro, que tem estudos aprofundados sobre a água e sua energia nos ambientes, entre outras referências.

pav-041Pavilhão Lótus in Concert, Orquestra Instituto Fukuda é um evento cultural aberto a todos, que contará com a apresentação de um concerto de música erudita. Serão interpretadas as obras de Nepomuceno Serenata, Rossini sonata em sol Maior, Corelli Concerto grosso nº 8 fatto per la notte di natale e Mozart Divertimento em Ré M. Também está previsto um coquetel de abertura, além do sorteio de uma escultura da artista Diana Potter.

 

SERVIÇO:

Pavilhão Lótus In Concert

Concerto de música erudita da OIF (Orquestra do Instituto Fukuda)

Centro Budista Tibetano Odsal Ling

Rua dos Agrimensores, 1461, Cotia

Tel.: 4703-4099 / 3885-3945

Data: 25/9 – domingo

Horário: 15h – abertura; 15h30 – coquetel; 16h – apresentação da orquestra

Local: Pavilhão Lótus do Templo Odsal Ling

Estacionamento: no local (cortesia)

Ingressos:

R$ 50 – entrada para o concerto e coquetel

R$ 80 – entrada para o concerto e coquetel, com direito a sorteio de uma escultura da artista plástica Diana Potter (veja aqui)

Vendas: www.odsalling.org

 

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário