Metrópole Território

Microempreendedores individuais tem novas regras

Escrito por Redação
Durante café da manhã, Centro de Apoio ao Empreendedor de São Paulo (CAE-SP) orientou empreendedores.

As novas regras de enquadramento para Microempreendedores individuais (MEI) foram tema do 1º Café da Manhã com Empreendedores, promovido pelo Centro de Apoio ao Empreendedor de São Paulo (CAE-SP), na manhã de segunda-feira (19).

O encontro aconteceu no auditório do Centro Comercial Vianna Village, na Granja Viana. Na ocasião, Fagner Miranda, contador da CSM Contabilidade e especialista em atendimento em MEIs, esclareceu pontos importantes da nova legislação. O destaque foi o novo valor de arrecadação anual que não pode ultrapassar R$ 81 mil, com no máximo mais 20% de sublimite.

Segundo o contador, caso o valor anual arrecadado seja superior ao mencionado, o trabalhador será desenquadrado da categoria MEI. “Se isto acontecer ele terá que abrir uma microempresa no próximo ano fiscal. Mas é interessante notar que, caso no ano seguinte, o empreendedor volte a ter faturamento igual ou inferior aos R$ 81 mil, poderá voltar ao MEI, se desejar”, explicou.

Outro fator que pode levar ao desenquadramento do microempreendedor da categoria MEI é a contratação de mais de um funcionário. A legislação permite apenas um ganhando até um salário mínimo ou o piso salarial da categoria e, o custo de contratação é de 11% sobre o salário a ser pago. “Mas atenção, a Receita Federal pode fazer o desenquadramento automático caso o MEI se encontre em alguma situação irregular”, alertou o contador.

Novas categorias

Para este ano também houve mudança nas categorias de trabalhadores que foram enquadrados no MEI, são eles: apicultores, cerqueiros, locadores de bicicleta, locadores de material e equipamento esportivo, locadores de motocicleta, locadores de video games, viveiristas, prestadores de serviços de colheita, poda, preparação de terrenos, de semeadura e de roçagem, destocamento, lavraçãoe gradagem. Já os personal trainers, arquivistas de documentos, contadores e técnicos contábeis ficaram fora.

Sidnei Martins, presidente do CAE avaliou positivamente o encontro e já planeja outras ações ao longo do ano. “Nosso papel é auxiliar o desenvolvimento de micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais, por meio de atividades como estas e ações que apoiam e representam os interesses do empreendedorismo nas cidades onde estamos presentes”. Na oportunidade, o presidente anunciou a criação de mais uma unidade do CAE, em Taboão da Serra.

Para os trabalhadores informais que precisam regularizar sua situação, o Centro de Apoio ao Empreendedor de São Paulo (CAE-SP), com sede em Cotia, está à disposição. Além de auxiliar na formalização e regulamentação do MEI e pequenas empresas, o CAE oferece aos associados serviços como consultoria contábil e jurídica, além de cursos e palestras.

Sobre o CAE São Paulo

Fundado em 2012, o Centro de Apoio ao Empreendedor do Estado de São Paulo (CAE), com sede em Cotia, é uma associação empresarial que contribui para desenvolver e aprimorar a atividade empresarial na região. Seu compromisso é oferecer suporte aos interesses dos empreendedores locais ao fomentar a integração, levar informação, gerar oportunidades de novos negócios, parcerias e condições de crescimento para seus associados. O CAE representa profissionais dos mais variados segmentos de mercado, desde o Microempreendedor Individual (MEI) até Pequenos e Médios Empresários (PME). Para 2018, o CAE ampliará sua área de atuação e a cidade de Taboão da Serra será a primeira a receber a entidade. Mas como a expectativa é expandir para outras regiões, o Centro de Apoio já estuda parcerias com grandes empresas e outras entidades ligadas ao empreendedorismo.

Centro de Apoio ao Empreendedor de São Paulo – CAE

Rua Manaus 59 – Jardim dos Ipês – Cotia – São Paulo

Fone: 11 2772-4100

Acompanhe pelas redes sociais
www.facebook.com/CaeCentroDeApoioAoEmpreendedor

www.caesaopaulo.com.br

Por Sonia Marques  sonia@temcomunicacao.com.br

 

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário