Metrópole Redação Território

Petição Pública contra empreendimento Reserva Raposo

Escrito por Redação

O empreendimento “Reserva Raposo” que foi aprovado no km 18 da Raposo, no limite dos municípios de Cotia, Osasco e São Paulo (veja matéria relacionada a projeto da Sabesp para o local) está gerando muitas manifestações contrárias por parte dos moradores da região e usuários da rodovia.

Segundo Alex da Força, em comentário no Facebook, este é um projeto de habitação de interesse social e habitação de valor popular onde serão construídos cerca de 13 mil apartamentos.  O residencial Reserva Raposo faz parte da meta 2013-2016 da prefeitura de São Paulo de criar 55 mil unidades habitacionais. “Se cada unidade familiar tiver um automóvel, serão mais 13 mil carros por dia circulando na Raposo Tavares”. E Alex da Força conclui levantando um desafio: “conciliar direito constitucional à moradia sem impactar negativamente a mobilidade urbana e a qualidade de vida da população da região e dos que utilizam a rodovia”.

Segundo o vereador de Cotia, Luis Gustavo Napolitano, o Reserva da Raposo terá impacto devastador em nossas vidas. “Às margens da Rodovia Raposo Tavares, no limite da capital com Osasco e Cotia, está prevista a construção de um mega condomínio com 19 mil apartamentos distribuídos em 124 prédios  em um terreno de 500 mil metros onde foram aprovados milhares de apartamentos. O impacto disso na Raposo Tavares vai ser enorme, o custo para a nossa cidade e o prejuízo para todos nós são imensuráveis. Um empreendimento que trará milhares de pessoas em adensamento para a Raposo Tavares sem infraestrutura alguma”.

Por isso, o vereador criou uma Petição Pública dirigida ao Presidente do Brasil, Congresso Nacional do Brasil, Supremo Tribunal Federal, Senado Federal, Câmara dos Deputados, Governo do Estado de São Paulo e Prefeito de São Paulo.

É hora da sociedade se mobilizar.

Assine já!

http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR92039

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

21 Comentários

  • Eu não tenho dúvidas de que trata-se de medida eleitoreira, aliás como sempre agem estes políticos.
    Perguntas como as feitas pela Geni e Dora precisam ser respondidas para elucidação deste assunto que não pode ser levado a efeito ao arrepio dos interesses maiores da população. Se não houver pressão o mesmo será levado a efeito em desrespeito dos interesses sociais e ambientais.

  • Veja bem, se os apartamentos forem construídos e habitados, significa que essa demanda já existe mais longe ou mais perto (Cotia….etc), e essas mesmas pessoas já utilizam a Raposo Tavares.
    É muito fácil querer impedir que outros ocupem áreas que consideramos nossas porque chegamos primeiro. O que temos é que brigar pela triplicação da Raposo e não impedir a sua utilização.

    • Assino embaixo Erialdo, Várias pessoas vão ter que repensar o sonho de ter uma casa própria por que o governo não faz uma infraestrutura adequada. Temos que fazer petição para infraestrutura, e não para cancelar o empreendimento.

  • EU FUI PESSOALMENTE CONHECER O EMPREENDIMENTO E O BAIRRO TERÁ MUITOS COMÉRCIOS. ACREDITO QUE GERANDO EMPREGO NO PRÓPRIO BAIRRO TEREMOS MENOS PESSOAS PRECISANDO SE LOCOMOVER PELA RODOVIA.

  • E a área que será desmatada?
    Moro próximo e já se nota animais fugindo, aumentou o número de insetos, inclusive é comum agora ter abelhas perdidas no meu apartamento.
    A empreiteira não respeitou um dia sequer os horários de obras, tendo usado máquinas barulhentas madrugada a dentro.
    Pra mim o resumo é um só e claro, neste pais que vivemos tudo é comprado e não há fiscalização de qualquer forma quando isso é feito pelas empreiteiras.
    Barulho, acúmulo de carros na rodovia e o desmatamento…. Que mal tem se os que aprovam e fiscalizam isto ja lucraram?
    Li o estudo de impacto ambiental do empreendimento e é vergonhoso, tudo bem alinhado como se só plantar árvores em outro local fosse a solução.

  • Será que o empreendimento que você mora não causou impacto????
    E com certeza você não tem remorso, uma vez que conseguiu sua casa própria, isso pra mim essa revolta toda, é porque vai forçar o prefeito de Cotia e região a ter que investir mais na cidade, sendo assim menos dinheiro para eles roubarem…

  • Boa noite.
    Dentro do empreendimento haverá dois parques públicos e um bosque.
    ANÚNCIO: “(…) Sabemos que para sua construção, árvores serão retiradas, mas na medida que o empreendimento for construído, mais de 30 mil árvores serão plantadas dentro e fora do novo bairro.”.
    A Amazônia foi entregue às madeireiras só devido ao dinheiro e ninguém se manifesta. Contudo, mesmo quando há compromisso de plantar mais de 30 mil no lugar que haviam árvores, as pessoas ficam “ouriçadas”. E por quê? Por que acreditam que o local é somente delas.
    Façam petição para a Raposo ser alargada, e não para que pessoas não tenham oportunidade de comprar uma casa própria.

  • Realmente se todos pensam assim, ninguém imaginou em uma cidade antes de suas casas e ruas ? Nesse caso, todos vocês não deveriam está morando onde estão hoje. Vejo pessoas sendo muito egoísta e sem pensar no próximo. Do mesmo modo que você hoje tem seu lar, outros também precisam. Vamos torcer pra que esse bairro saia logo e viva o reserva raposo, independente de trânsito ou não.

  • Realmente, o que vemos são pessoas preocupadas tão só com a sua própria incomodação… Esquecem que Cotia foi erguida também da MATA, e que hoje há tantas ocupações irregulares como empreendimentos que são financiados e pagos por seus compradores.
    Porque se preocupar com quem ainda não tem sua casa própria, porque se preocupar em fazer mais pelo meio ambiente e pela cidade.
    Entre o empreendimento e a Raposo tem apenas 8 km… o fluxo ocorrera para dentro e fora. Façam o seguinte, mudem de Cidade, assim que como vocês, outros podem ir e vir para qualquer cidade. Abram petição para ninguém mais morar em Cotia… Afinal o empreendimento pertence a São Paulo e cabe aos moradores decidirem onde é melhor eles morarem.

  • Quanto egoismo….porque não fazer uma petição para alargar a Raposo Tavares? Porque não fazer uma petição para colocarem monotrilhos? aonde todos moramos em qualquer lugar cidade uma dia foi mata, e ninguem se preocupou quando comprou seu imóvel né…todos tem que ter oportunidade de ter sua casa propria…

  • É um bairro pensado e planejado em todas as alternativas que vc ja protestou. Mas como dizem os outros ninguem se preocupou quando foi sua vez de conseguir sua casa e certamente todas foram contruidas em cima da mata. Realmente materia egoista demais.

  • Realmente nosso povo é muito egoísta. Na verdade a bronca é porque alguns dos prédios serão do minha casa minha vida, se fosse só alto padrão garanto que ninguém estaria fazendo petição. A São Paulo que quero, é uma cidade que construa moradias para todos, sem pensar no egoísmo do vizinho.

  • As pessoas são muito desinformadas, sou contra a petição. Um mega empreendimento (Reserva Raposo) será uma cidade planejada, com preço de venda das unidades acessiveis para classe de baixa renda. Não é simplesmente descarregar varias unidades impactando negativamente a cidade, é um projeto que foi muito bem elaborado, respeitando a contra partida (Hit) que foi imposto pela prefeitura local.Inclusive faz parte do empreendimento a construção de creches, escolas, postos de saúde, assim como demais serviços para atendimento com qualidade à futura população.

  • A falta de informação gera atitudes errôneas. Vocês sabiam que quando uma construtora constroe um empreendimento, é imposto para o mesmo a contra partida (hit) que são as benfeitorias para a cidade para diminuir o impacto ambiental ou vocês acham que é a prefeitura que arca com esse serviço. Quem banca é a própria construtora e normalmente a pedida imposta por eles não é baixa não.

    • Acho melhor que os moradores que estão incomodados se mudem logo, façam desvalorizar a região da Granja Viana que aí eu não compro no Reserva Raposo, compro a casa de algum de vocês, e busquem vizinhos melhores para suas BMW. E com isso todo mundo fica feliz.

Deixe um comentário