Colunistas Põe Poesia Sílvia Rocha

Poesia que vem de longe

Escrito por Sílvia Rocha

Minha mãe escreve poemas

Minha mãe escreve poemas
Escreve o que lembra
Tira tudo da cabeça
Faz rimas quando pensa

Minha mãe escreve na cama
Quando viaja de avião
Quando surge a inspiração
Quando tem inquietação
Ou quando fica só
Longe da multidão

Minha mãe escreve sobre o que vê
Sobre o bichinho desolado
E a tartaruga na praia
Escreve sobre o que sente
Observa tanta gente
Descreve um parente

Minha mãe escreve sobre mim
Sobre o que eu faço
Do meu quarto e do que eu falo
Lembra de quando eu tinha quatro

Minha mãe brinca de ser poeta
Observa, sente e pensa
Veste seu vestido leve
Senta no sofá, reflete
Toma um chá
E só escreve

Wiana Aguiar
poeta e web writer, reside em Dubai

Wiana é minha aluna de haikais¹ desde o início deste ano.
Wiana é minha aluna de Dubai.
Wiana escreve haikais em Dubai.

Isto mesmo, a cada quinze dias, nos encontramos, por meio do Skype, para uma hora e meia de aula.

Wiana nasceu no Ceará e passou parte sua infância em Santarém, no Pará. Casou-se com um goiano e hoje vive em Dubai com seu marido e suas duas filhas.

A ela dedico esta coluna, poeta brasileira, expatriada, destemida, que cuida da casa e da família, trabalha numa empresa de aviação, não conta com ninguém da família por perto e, a cada encontro poético, surpreende-me com sua produção poética, como o poema em homenagem ao Dia das Mães, que abriu a coluna e seus haikais, como esses “Haikais de Dubai”.

Haikais de Dubai

na madrugada
a cidade adormece
Burj Khalifa² resplandece

gaivota e mar
completam a foto
ao lado do Burj Al Arab³

atrás da mesquita
a lua aparece
1º dia do Ramadan *

tâmara no prato
cheiro de cardamomo
Iftar ** em segundos

mulher na praia
véu ao vento
pés tostados

florada em maio
florada em outubro
ah! sorte de pássaro

a lua no Oriente
como o sol
também amanhece

amanhecendo
sol e lua
na mesma rua

nas ruelas
andando e deixando para trás
as cores do Oriente


¹ Haikais, os micropoemas de origem japonesa, de três versos, inspirados na natureza e na filosofia zen, cada vez mais praticados no Brasil.

² Considerado o prédio mais alto do mundo, com 160 andares.

³ Um dos prédios ícones de Dubai. Significa “A Torre Árabe”.

* O mês sagrado e época de jejum na religião muçulmana.

**Durante o mês do Ramadan, a quebra do jejum é feita logo após o pôr-do-sol e se faz com tâmara e o café árabe, aromatizado com cardamomo.

Foto em destaque: Wiana com suas filhas   

Sobre o autor

Sílvia Rocha

Sílvia Rocha mora na Granja Viana desde 1994.
É graduada e mestre em Comunicação Social – Jornalismo – pela Escola de Comunicações e Artes da USP.

Pratica o haikai – micropoemas de origem japonesa, inspirados na natureza – desde 1984. Publicou a segunda edição de Estação Haikai e Gestação Haikai, pela editora É selo de língua, 2015. Ganhou o Concurso de Poesia Falada do Café das Flores e da Revista Escrita com As Quatro Estações do Ano, em 1987.

Escreve matérias, artigos e crônicas para veículos impressos e virtuais e conduz a oficina Haikai: universo em três versos em grupos, individualmente, presencialmente e à distância.

Site: www.silviarocha.com.br

1 Comentário

Deixe um comentário