Colunistas Débora Vieira da Silva Saúde

Uso de Lasers para o tratamento do envelhecimento

CUIDADOS-COM-A-PELE
Escrito por Débora Vieira
As tecnologias com luz são um dos pilares para o tratamento do envelhecimento cutâneo.

Nos últimos anos, o uso de tecnologia com luz se tornou muito usado para tratar os sinais de envelhecimento. Existe uma gama enorme de aparelhos utilizados.

Uma das tecnologias mais usada é a Luz Intensa Pulsada (LIP). Apesar de ser geralmente catalogada como laser, falando estritamente, não o é. Esta luz engloba vários comprimentos de onda, conseguindo tratar diferentes alvos. Por isto é excelente tratamento inicial, já que melhora substancialmente as principais manifestações do fotoenvelhecimento, como as manchas amarronzadas, as rugas e os vasinhos (telangiectassias). São necessárias algumas sessões mensais, período em que a pele não pode estar bronzeada. O procedimento é simples, praticamente indolor e com um pós operatório muito tranquilo. Pode aparecer um leve edema e as manchas ficam um pouco mais escuras inicialmente. Em aproximadamente uma semana elas esfarelam e a pele fica mais clara. Existe também uma remodelagem do colágeno e portanto uma melhora nas rugas e flacidez da pele. Podemos tratar face, colo, mãos, antebraços, etc…

Quando o grau do envelhecimento é maior, com rugas mais profundas, utilizamos o Laser. Este tem apenas um comprimento de onda, portanto um alvo, que é o colágeno. Os Lasers evoluíram muito desde seu aparecimento: estão mais seguros, apresentando menos efeitos colaterais e com recuperação mais rápida no pós operatório. Isto foi possível graças ao fracionamento do laser – a luz incide em algumas áreas e em outras não. O Laser Fracionado pode ser não ablativo (quando a epiderme é preservada) ou ablativo (a epiderme também é destruída). O laser fracionado não ablativo tem uma recuperação mais rápida que o ablativo, já que a superfície da pele fica totalmente preservada. No pós-operatório observamos inchaço e vermelhidão da face. Podemos também tratar com esta tecnologia cicatrizes de acne e estrias.

As tecnologias com luz são um dos pilares para o tratamento do envelhecimento cutâneo: melhoramos muito a textura e a coloração da pele. Vale a pena também lembrar que, para um resultado mais completo, é interessante agregar os outros pilares, como os cuidados diários com cremes noturnos e protetores solares, os preenchimentos e o botox, quando necessários. Procure um dermatologista de sua confiança, para obter o melhor tratamento para sua pele.

Sobre o autor

Débora Vieira

Formada pela Faculdade de Medicina da USP e com Residência Médica no Hospital das Clínicas da FMUSP. Desde 1995 na Granja Viana. Título de Especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia Membro da AMB,SBD e SBCD.

Deixe um comentário