Redação Território

Abertura de licitação de obras na Bunjiro Nakao

Escrito por Redação

prefeituraO prefeito de Cotia, Rogério Franco, participou no Palácio dos Bandeirantes da assinatura de publicação do edital de licitação das obras de duplicação e melhorias na rodovia Bunjiro Nakao (SP 250), que liga Cotia a Ibiúna.

O governador Geraldo Alckmin assinou o documento acompanhado de diversas autoridades, entre elas os deputados Herculano Passos (federal) e Márcio Camargo (estadual).

O projeto de duplicação e melhorias na SP 250 está orçado em R$ 142,5
milhões e será financiado pelo Banco Mundial, por meio do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), da Agência Multilateral de Garantia de Investimentos (MIGA) e do Banco Santander.

O prefeito destacou a geração de empregos durante a obra e a preservação de vidas, já que o projeto vai aumentar a segurança de quem passa pela rodovia.

prefeitura3O governador comentou a importância deste projeto para as cidades de Cotia, Ibiúna e Vargem Grande Paulista. “Vai melhorar a logística, trazer desenvolvimento para a região e, principalmente, ajudar a prevenir acidentes rodoviários.”

Projeto

A rodovia Bunjiro Nakao será duplicada em 13,9 quilômetros, do 48,7 ao
62,6. O projeto executivo prevê a implantação de cinco passarelas nos
quilômetros 49,6, 53,3, 57,2, 59,7 e 61,6. Outras melhorias no sistema
de drenagem, sinalização e dispositivos de acesso estão previstas para
todo o trecho, passando por Vargem Grande Paulista, Cotia e Ibiúna.
De acordo com o governo do Estado, a obra deve começar em outubro de
2017, com conclusão em março de 2019. “A obra vai gerar 340 empregos
diretos na construção civil e melhorar a arrecadação dos municípios
através do ISS. Serão mais de R$ 140 milhões de investimento”, disse
Geraldo Alckmin.

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário