Carina Lima Colunistas Crônica

Às vezes tudo que precisamos é de um tempo.

mm
Escrito por Carina Lima

Sim, em meio ao caos em que vivemos há momentos em que é necessário ficar apenas com nossa própria companhia e lembrar-se de quem somos. Em meio à loucura do dia a dia, por alguns momentos esquecemos quem realmente somos e por muitas vezes esquecemos quais sonhos tentamos galgar.

Acredito que existem fases em que a vida simplesmente vai nos levando e quando nos damos conta, não lembramos sequer o motivo pelo qual iniciamos a caminhada; esse é um dos motivos quando é necessário um tempo. Para alguns, esse tempo pode servir como reencontro, para se conhecer ou para lembrar o motivo que nos faz levantar e, se o motivo que antes te fazia levantar, é o mesmo de agora.

Engana-se quem acredita que o plano que fizemos ontem, pode ser o mesmo que queremos realizar daqui a alguns anos. Existe um motivo pelo qual as coisas podem mudar, uma vez que nós estamos sempre evoluindo, talvez o eu que fez esse plano não seja o mesmo, mas fique tranquilo: está tudo bem mudar tudo e começar de novo.

Longe de mim dizer que isso ocorre com todos, mas nem que seja em algum momento, talvez você já tenha sentido essa necessidade de pelo menos apenas cinco minutos consigo mesmo, ou conhece pessoas que se aventuram em uma viagem para se encontrar. Uns chamam de fraqueza e outros de coragem, mas acredito que aquele que se encoraja para se reencontrar sem medo do que está por vir, é muito digno de orgulho próprio, afinal está se reconectando sem medo do que pode encontrar.

Sobre o autor

mm

Carina Lima

Carina Lima, nascida em 1992, estudante de Psicologia. Cada um tem sua missão e dom na vida, muitas vezes perdemos o tempo nos limitando a coisas do nosso dia a dia e somos engolidos por eles e é ai que mora a questão, por esse motivo eu resolvi olhar para mim e para o outro. Talvez você não acredite, mas um texto pode mudar a vida de alguém e ele pode ser uma mão estendida de você não está só.
Insta: littlebee_think / @liiimaca

3 Comentários

Deixe uma resposta para Carina Berezovsky X