Saúde

Culote: O que é e o que fazer para se livrar dele?

Escrito por Redação

O culote é uma das reclamações diárias de milhares de mulheres que garantem que, para elevar a autoestima, é preciso se livrar disso.

Pensando nisso, comece agora a entender o que é e quais as maneiras de se livrar do culote de uma vez por todas.

Afinal, quem não quer se sentir realmente bonita ao olhar no espelho todos os dias de manhã não é mesmo?

Então, vamos lá!

O que é o culote

O culote, segundo algumas mulheres, é um resultado indesejável, difícil de se livrar e que causa uma curva que você não quer.

De forma simples, o culote é definido como uma porção de gordura que se instala na lateral do quadril e que, geralmente, dificulta o processo de colocar uma calça mais justa.

Você pode estar pensando, caso não tenha culote, que é algo bom e que dá a forma de violão para o corpo, mas é preciso ter calma.

Em poucas proporções, o culote pode sim contribuir para as curvas naturais do corpo, mas não é o que acontece na maior parte dos casos.

Mais comum nas mulheres, devido a esse acúmulo de gordura característico, o culote acaba em uma região que você não quer chamar a atenção, deixando o corpo com uma forma maior.

E como o culote acontece?
Em resumo, o culote é gordura acumulada.

Mais importante que isso, esse acúmulo de gordura acontece independente da sua vontade e ainda é um fator das origens humanos, lá dos tempos das cavernas.

Nesses primeiros anos de existência, o corpo humano precisava estocar gordura para ser utilizada em outro momento, já que nunca se sabia quando haveria caça/comida ou não.

Mesmo após milhares de anos, o corpo humano continua fazendo essa estocagem.

O pior é que você acaba tendo comida à disposição e maior ingestão de gorduras, açúcar e carboidratos.

Ou seja, o culote acontece mais e em maiores proporções. Já que quanto maior a porção alimentar diária, maiores as chances de reter mais gorduras.

Foto: Melissa Walker Horn (Unsplash)

Existem outros fatores para o aparecimento do culote?
Sim.

Sabe-se atualmente que existem três fatores que podem contribuir para o aparecimento de culotes, sendo eles:

– Hormonal:
Estrogênio em excesso aumenta a captação de gorduras pelo corpo e, como resultado, o aparecimento ou aumento de culotes.

Geralmente, problemas hormonais desse tipo começam em torno dos 18 anos.

– Genética:
A genética pode ser uma coisa muito atraente, mas algumas vezes também trazem algumas características pouco amadas. E o culote é uma delas.

Caso a sua mãe, avós, irmãs ou mesmo tias tenham culote, as chances de você ter são maiores.

– Nutrição:
A nutrição é uma temática para o aparecimento de culotes que ainda é pouco discutida, mas de extrema importância.

De forma simples, aquilo que você come contribui para a presença de gordura no corpo, logo, é preciso ingerir muita água e ter uma dieta equilibrada.

Como se livrar dos culotes – 4 dicas
Para realmente elevar a autoestima de uma vez por todas e acabar com os culotes, é preciso fazer mais.

Mais o que, você deve estar se perguntando, e a resposta está nas seguintes dicas:

– Mudança de hábitos:
O primeiro passo ou dica em relação a se livrar dos culotes é a mudança de hábitos alimentares.

Isso porque, ao controlar melhor a sua alimentação, você evita que o seu corpo fique estocando muita gordura, e assim estrá reduzindo os pneuzinhos e até a obesidade.

Ao mesmo tempo, comer de forma regular todos os dias, porções pequenas e várias refeições, o seu organismo entende que não está em sistema de alerta.

Foto: Brooke Lark (Unsplash)

Sendo assim, passa a absorver menos gordura, reduz o inchaço e evita a retenção de líquidos.

A mudança de hábitos também inclui atividades físicas para manter o peso e queima metabólica, como corridas, andar de bicicleta e outras atividades.

– Drenagem linfática:
Já amada por milhares de mulheres, a drenagem linfática consiste em massagens feitas no corpo todo ou em regiões específicas.

O objetivo é estimular o seu organismo a eliminar toxinas, reduzir inchaço e retenção de líquidos.

Do mesmo modo, a drenagem estimula os tecidos e o metabolismo, o que aumenta a quebra e queima dos blocos de gordura.

Podendo ser realizada uma vez na semana, a drenagem é capaz de elevar a autoestima porque é um método rápido e nada invasivo. Além de ser mais barato que outros procedimentos.

Lipoaspiração:
Entrando na área de procedimentos estéticos, a lipoaspiração é a resposta para eliminação imediata de concentração de gordura.

De forma simples, o procedimento é realizado com um pequeno corte, onde é inserido uma cânula, que suga a gordura daquela região.

Assim, após a recuperação, você vai notar que o culote, que dava aquela curva estranha ao corpo não está mais ali.

Uma das vantagens da lipoaspiração é que, na maior parte dos casos, a gordura retirada pode ser tratada e reutilizada.

Ou seja, você retira a gordura dos culotes e pode inserir nos glúteos, melhorando a forma do bumbum, por exemplo.

– Criolipólise:

Foto: Aaron Burden (Unsplash)

Além da lipoaspiração, outro procedimento estético, menos invasivo, que vem sendo procurado é a criolipólise.

Não sendo uma cirurgia, o procedimento é feito com um equipamento que é colocado na região desejada, como nos culotes, e é capaz de congelar as células de gordura.

Devido a esse congelamento, as gorduras acabam mortas e podem ser reaproveitadas no corpo ou mesmo eliminadas através do sistema linfático ou no fígado.

A criolipólise é intervalada com sessões de drenagem linfática, para aumentar os resultados do procedimento e garantir o contorno natural e maior eliminação de líquidos e gordura.

Geralmente, o indicado, é realizar em torno de cinco sessões, cada uma com uma hora.

Vale dizer que cada sessão da criolipólise deve ter ao menos um intervalo de três meses para cada.

Conclusão
Enfim, agora que você já sabe o que é e como se livrar dos culotes e elevar a sua autoestima, não perca mais tempo.

Escolha entre a drenagem, lipoaspiração, criolipólise e mudança de hábitos juntamente com a ajuda de um profissional qualificado e comece a mudar o seu corpo.

Foto em destaque:  Tyler Nix (Unsplash)

Fonte:
https://minutosaudavel.com.br/criolipolise/
https://blog.plastica.com.br/entenda-o-que-e-culote-e-o-que-fazer-para-elimina-lo/

 

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário