Mundo Saúde

Dia Mundial do Câncer: um convite aos cuidados preventivos

mm
Escrito por Redação
Às vésperas da data, OMS anuncia que pela primeira vez os casos de câncer de mama superaram os de pulmão no mundo. Aqui no Brasil, a doença atingiu 29% das mulheres em 2020 e médico destaca “mamografia é principal aliada da detecção e sucesso no tratamento”

Celebrado nesta quinta-feira, 04, o Dia Mundial do Câncer é resultado de uma iniciativa global, organizada pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC), com o apoio da Organização Mundial da Saúde (OMS). A data propõe uma reflexão sobre a importância da prevenção e alerta para a conscientização e educação mundial sobre a doença.

A poucos dias da data, a OMS anunciou que o câncer de mama ultrapassou, após 20 anos, o câncer de pulmão como o tipo mais recorrente no mundo. “Pela primeira vez, o câncer de mama agora constitui o câncer de ocorrência mais comum em todo o mundo”, declarou Andre Ilbawi, especialista em câncer da OMS, esta semana, em reunião promovida pela ONU. Na ocasião, Ilbawi destacou ainda que a estimativa é que 2,3 milhões de novos casos de câncer de mama tenham sido diagnosticados no ano passado, representando 11,7% de todos os casos registrados.

Os números provocam preocupação das autoridades de saúde e convidam as populações mundiais a adotarem estilos de vida mais saudáveis, com cuidados contínuos, e refletirem sobre seus comportamentos. “Sabemos que vários fatores estão impulsionando os números gerais de câncer. Consumo exagerado de cigarro e bebida, por exemplo. Alimentação desregrada, falta de atividade física, contribuem com este cenário. Para mudar esta realidade, é preciso que mulheres e homens estejam mais atentos à prevenção e invistam em cuidados contínuos e preventivos com a saúde”, alerta o médico ginecologista e obstetra do Grupo Sabin, Dr. Fernando Boldrin.

O especialista observa ainda que as mamografias são as principais aliadas na luta contra a doença e lembra também que nesta sexta-feira, 05, é celebrado o Dia Nacional da Mamografia. “No ano passado, enfrentamos uma pandemia que provocou uma redução na quantidade de mamografias realizadas no Brasil. A queda de 46% da procura pelo exame é extremamente preocupante. A mamografia ajuda a detectar precocemente pequenos nódulos até três anos antes da paciente conseguir senti-los no autoexame. Por isso, prevenção é fundamental. O câncer de mama, detectado ainda em fase inicial, tem chance de cura de até 95%”, afirma o especialista.

O Câncer de Mama no Brasil:

Dados o Instituto Nacional do Câncer, o INCA, mostram que no ano passado, 66.280 mulheres no Brasil receberam diagnóstico de câncer de mama. “É uma realidade reversível com consciência da importância dos cuidados contínuos e atenção com a saúde. Exames de rotina para diagnóstico precoce devem estar na agenda de prioridades de mulheres, a partir dos 40 anos, e, se o paciente tiver histórico familiar da doença, propomos mamografia a partir dos 30 anos”, orienta Boldrin.

Sobre o autor

mm

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário