Carina Lima Colunistas Crônica

Fique em Casa!

Escrito por Carina Lima

Fique em casa talvez essa seja uma das mensagens que mais ouvimos nos últimos dias e talvez
nem todo mundo leve a sério o real significado do fique em casa.

Fique em casa pensando em uma proteção para o Brasil, temos que levar em consideração que
o país em que vivemos já não possui uma estrutura de saúde eficiente para atender questões de
saúde normal, agora imaginem uma pandemia como essa.

Fique em casa em respeito aos médicos, aos policiais, aos bombeiros, aos trabalhadores de
mercados, padarias, lixeiros, farmácias que não tem essa opção, fique em casa em solidariedade
a eles que dão a vida deles pela nossa.

Fique em casa se você tem essa opção, porque tem pessoas que não possuem essa opção e
gostariam de estar seguros em casa com seus familiares.

Fique em casa não só por pensar em você pegar esse vírus ou não, mas por pensar no próximo
porque uma pessoa em contágio com o vírus pode transmitir de 2 a 6 outras pessoas, assim
sucessivamente e quando nos dermos conta chegamos a níveis incalculáveis. Ficar em casa é
um modo preventivo de não chegarmos como alguns países, países esses que possuem uma
estrutura de saúde, de auxílio ou até mesmo econômica.

Estabelecimentos estão fechando suas portas, shoppings fechando ou diminuindo a carga
horária, escolas entrando em recesso, faculdades fecharam as portas e estão buscando meios de
não perder o semestre, os idosos estão sendo obrigados a ficar dentro de casa e ainda assim
nós vemos muitas pessoas que possuem a regalia de ficar em casa, utilizando esta para sair,
passear e agindo como se fossem férias.

Nas redes sociais, em sites, algumas empresas de cursos, até mesmo atores, cantores estão
disponibilizando inúmeros tipos de conteúdo para que minimize o impacto mental que esse ficar
em casa pode causar. Nesse momento o seu maior trabalho e desafio é você respeitar uma
quarentena, tente não comprar coisas para encher seu estoque de itens ou encher sua casa de
coisas que talvez você nem vá usar, pois a partir do momento em que as pessoas começam a
comprar coisas de forma exagerada a demanda aumenta, consequentemente os comerciantes
passam a ter visão dos ganhos, automaticamente os preços aumentam e aqueles que talvez não
tenham a opção de ficar em casa e precisam contar cada moeda para fechar o mês, não vão ter condições de comprar as coisas caso todos sejam obrigados a ficar em casa.

O que nós queremos é tentar diminuir o impacto de algo que possa ser bem maior, a Itália está
fechada, Paris está fechada, Estados Unidos fechou a porta para países que nem eles imaginavam. O mundo está em estado de alerta e para que não seja um caos semelhante a esses países, considerados bem maiores estruturalmente que o Brasil, é necessário que sim, você fique em casa nesse período.

Isso vai passar, você vai poder visitar seus amigos, poder comemorar aniversários, fazer happy
hours, poder visitar sua família, visitar aquele restaurante que você gosta, tudo isso você vai
poder desde que hoje você possuindo essa opção você fique em casa.

Não é brincadeira, não é meme, não é piada da internet, é a realidade de um país que talvez em
uma das poucas ou a primeira vez está olhando para o problema antes mesmo do problema ter
chegado de fato aqui, o problema chegou só que com uma proporção menor e o país pela
primeira vez está querendo diminuir algo que as estimativas dizem que será gigantesco, então
por favor se você puder e tem essa opção, fique em casa é por você, é pela sua família, por
todos a sua volta e isso não é uma brincadeira.

 

Sobre o autor

Carina Lima

Carina Lima, 27 anos, estudante de Psicologia. Cada um tem sua missão e dom na vida, muitas vezes perdemos o tempo nos limitando a coisas do nosso dia a dia e somos engolidos por eles e é ai que mora a questão, por esse motivo eu resolvi olhar para mim e para o outro. Talvez você não acredite, mas um texto pode mudar a vida de alguém e ele pode ser uma mão estendida de você não está só.
Insta: littlebee_think / @liiimaca

Deixe um comentário