Redação Território

Maior empreendimento imobiliário de interesse social do Brasil começa a ser entregue em São Paulo

Escrito por Redação
Entrega das chaves das primeiras unidades do Reserva Raposo começa em outubro. Bairro planejado para quase 18 mil apartamentos contempla escolas, postos de saúde, parques, comércio local e obras de infraestrutura, saneamento e mobilidade

Começam a ser entregues em outubro as primeiras unidades do maior empreendimento imobiliário de interesse social do país. Localizado às margens da Rodovia Raposo Tavares, zona oeste de São Paulo, o Reserva Raposo está sendo construído em um terreno com 450 mil metros quadrados e receberá infraestrutura completa, com escolas, parques, postos de saúde, comércio local e obras de saneamento e de mobilidade urbana. O empreendimento é desenvolvido pela incorporadora RZK Empreendimentos, do Grupo Rezek.

Nesta primeira entrega, serão 600 unidades habitacionais, que compõem dois condomínios (Chapecó e Amazonas), com torres de 22 andares. Para desenvolver o bairro residencial planejado, a RZK Empreendimentos já investiu mais de R﹩ 520 milhões com aquisição do terreno, pagamento de licenças, construção das torres e obras de compensação e de infraestrutura (*), que levarão bem-estar tanto aos futuros moradores do empreendimento, quanto à comunidade local. Ao longo dos últimos anos, 12 mil trabalhadores se envolveram direta e indiretamente na construção do empreendimento e a expectativa é de que com o bairro implantado, mais 15 mil empregos sejam criados na região.

“O Reserva Raposo é um empreendimento imobiliário único no país, considerando sua proposta e magnitude. Trata-se de um projeto diferenciado no segmento de imóveis econômicos, com um olhar voltado para a qualidade do empreendimento e a oferta de espaços de lazer que geralmente não são contemplados nesses projetos”, afirma Verena Balas, diretora de incorporação da RZK Empreendimentos.

Bairro planejado ocupa área de 450 mil metros quadrados
Com quase 18 mil apartamentos (17.960, precisamente), o Reserva Raposo terá Valor Geral de Vendas (VGV) de aproximadamente R﹩ 4,6 bilhões e com unidades disponíveis no mercado a partir de R﹩ 228 mil. Os apartamentos possuem opções que variam de 39 a 65 metros quadrados, com dois ou três dormitórios e uma vaga de garagem. A área de lazer inclui churrasqueira, salão de festas, quadra recreativa gramada, piscina coberta, playground, espaço para animais de estimação e até uma horta comunitária. As áreas comuns estão adaptadas para atender a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.

O novo bairro planejado ocupa um terreno de 450 mil metros quadrados – o equivalente a 62 campos de futebol. Para estimular a integração com a cidade, o Reserva Raposo não será fechado ou murado e as ruas internas, cujas calçadas poderão chegar a nove metros de largura, serão de acesso público. A rede elétrica do empreendimento será 100% subterrânea, contribuindo para um impacto visual menos poluído, sem fiação aparente em postes.

Os lançamentos e a entrega de chaves das próximas fases do Reserva Raposo seguem um cronograma aquecido. Além das entregas que começam a ser feitas em outubro, mais 280 unidades (condomínio Amapá) estão previstas para serem finalizadas ainda em 2020 e outras 560 em 2021 (Condomínios Amaná e Azaleia). Ao longo deste e do próximo ano, serão anunciados novos lançamentos de unidades habitacionais do empreendimento.

Infraestrutura do bairro prevê novos equipamentos públicos
O projeto final do Reserva Raposo contempla uma série de equipamentos públicos e intervenções na infraestrutura do entorno para dar mais conforto aos futuros moradores, que contarão com opções de lazer, educação e trabalho dentro do próprio bairro.

Entre as novas instalações estão a construção de seis creches (CEI), duas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e dois parques públicos, que totalizam 82 mil metros quadrados de área verde e estarão totalmente equipados para a prática de lazer e esportes, incluindo três quilômetros de ciclovias. Haverá ainda a construção de uma biblioteca, um auditório e uma escola de Ensino Médio (CEMEI) dentro das dependências do novo bairro.

(*) A construção de um viaduto para garantir a fluidez do trânsito, o alargamento de trechos da Rodovia Raposo Tavares com reposicionamento de passarelas e a reconstrução de um posto da Polícia Rodoviária também estão contemplados no rol de benfeitorias para moradores e comunidade local.

Outro ponto de destaque é que todos os condomínios do Reserva Raposo possuirão fachada ativa. Isto é, contarão com uma área de 58 mil metros quadrados no térreo dos edifícios para abrigar diversos tipos de estabelecimentos como, lojas, padarias, mercados, cabeleireiros e escritórios. Isso irá estimular o comércio local e garantir que os moradores tenham acesso a diferentes serviços nas proximidades de sua moradia, podendo até mesmo trabalhar dentro do bairro planejado.

Nova rede de abastecimento e coleta de esgoto
Totalmente adequado às exigências de licenciamento ambiental em suas diferentes esferas, o Reserva Raposo é um projeto pioneiro em estudos de impacto urbanístico e no meio ambiente e se tornou o primeiro empreendimento privado do Brasil a nascer de acordo com os preceitos do EIA-RIMA (Estudo de Impacto Ambiental).

No rol de obras ambientais, duas já estão finalizadas e deverão beneficiar futuros moradores e a população de bairros próximos. Em conjunto com a Sabesp, o Reserva Raposo concluiu as obras da rede de abastecimento do Reservatório Conceição, que deverá atender a mais de 200 mil pessoas, entre moradores do Reserva Raposo e bairros do entorno. Outra obra também realizada em conjunto com a Sabesp foi a implantação de um novo sistema de captação e tratamento de esgoto, que permitirá a destinação adequado de dejetos residenciais dessa mesma população de 200 mil pessoas.

Reserva Raposo em números:
– Terreno de 450 mil metros quadrados (equivalente a 62 campos de futebol);
– 17.960 unidades habitacionais (das quais 600 serão entregues já em setembro);
– Investimentos no bairro somam R﹩ 520 milhões;
– Valor Geral de Venda (VGL) de R﹩ 4,6 bilhões;
– Empreendimento terá mais 82 mil metros quadrados de área verde em dois parques;
– Infraestrutura contempla equipamentos como 6 creches, 2 Unidades Básicas de Saúde (UBS), 2 parques, 1 centro de atividades para idosos 1 biblioteca, 1 escola de Ensino Médio, 1 auditório e 3 quilômetros de ciclovia.

Grupo Rezek
Criado há quase quatro décadas, o Grupo Rezek possui mais de mil colaboradores e está presente em mais de 33 cidades de sete Estados das Regiões Sudeste, Centro-Oeste e Norte do Brasil, além do Distrito Federal (DF). A holding atua em segmentos-chave da economia, como o agronegócio, planejamento urbano e geração de energia limpa.

Entre suas principais empresas estão a RZK Empreendimentos, incorporadora que desenvolve projetos imobiliários em diversas localidades do país, com destaque para o Reserva Raposo, maior bairro planejado residencial da América Latina, com mais de 17 mil unidades.

A Unitah Empreendimentos, outra empresa do grupo, é a concessionária responsável pela revitalização de 13 terminais de ônibus ligados às estações de metrô de São Paulo. A Unitah está transformando esses locais em espaços de convivência com comércio, restaurantes e até mesmo hospitais, escolas, academias, contribuindo, assim, para uma cidade mais acolhedora, além de gerar empregos para centenas de micro e pequenos empreendedores.
Já em energia, por meio da empresa RZK Energia, o foco do grupo está em matrizes livres de carbono e conta com plantas solares e de biogás para geração e distribuição de energia, com olhar atento para a modernização do setor e criação de tendências inovadoras para atender empresas de todos os portes e também o consumidor final.

No agronegócio, uma das cadeias produtivas mais estratégicas para o desenvolvimento econômico do país, a holding se especializou na produção de gado, soja, milho e máquinas agrícolas, entre outras soluções para o campo, com investimento constante em pesquisa e alta genética.

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário