Colunistas Crônica Ralph Cardoso

O que foi mais maluco nesta copa?

Escrito por Ralph Cardoso

A distância do Brasil entre um jogo e outro em território russo? A língua confusa ? Ou simplesmente as eliminações precoces e o mau futebol de algumas seleções ditas como favoritas (aee BRASIL)?

Tradicionais equipes como Alemanha, Portugal, Espanha e Argentina deram adeus precocemente a competição.

A copa estava tão louca que ao invés de ser patrocinada pela Gazprom (a Petrobras da Rússia) a copa parece que foi patrocinada pelas Vodkas Orloff.

Bizarro foi ver os hermanos argentinos, não pelo time ou por Messi, mas por Diego Maradona, que pena não vamos mais ver as bizarrices feitas por Dieguito. O Maradona estava tão louco na copa que o Fabio Assunção ligou pra ele e falou: “meu vai devagar”…

Ver o Maradona, dançando, xingando, chorando e gritando, era muito mais legal do que assistir a própria partida.

O Klose, maior artilheiro das copas estava lá, e ninguem estava nem aí, também o Klose bom samaritano, cidadão de bem e recordista quem quer? É tão relevante quanto o campeonato de futebol de Roraima ou ver o Suplicy discursando sobre o renda mínima…. o povo queria ver era o Maradona gritando, dançando, dando rasteira em idosa e mostrando o dedo para os torcedores uhuuu.

MAS agora falando do nosso quintal, como não falar do Neymar? Dizem que ele devia ser ministro da fazenda, pois com ele a inflação cai.

O Neymar mais atuou do que jogou, dizem que ele é melhor ator do que a própria Marquezine, embora no quesito queda o título ficou com o Tite, Neymar ficou em segundo e o Vasco em terceiro.

O prêmio de melhor jogador da copa foi para um jogador da Croácia, mas focaram tanto na presidente croata Kolinda Grapar que não sei se o melhor jogador foi o Modric ou ela??!!!

E ela pagou passagem do próprio bolso, não teve privilégios mesmo sendo a representante mais importante do país e mostrou toda aquela empatia, beleza e humildade. Confesso que fiquei com ainda mais raiva da Dilma.

A mais globalizada das copas mostrou-se um sucesso e ficou com uma seleção que mostra o que é de fato.

 

Sobre o autor

Ralph Cardoso

Formado em marketing, apaixonado por livros, tecnologia, política, marketing, futebol e humor. Adora escrever sobre esses assuntos, sempre de maneira apartidária e neutra mostrando os fatos reais. Considera-se um combatente fervoroso do fake news, que presta um desserviço para a sociedade, de maneira desleal e mentirosa.

2 Comentários

Deixe um comentário