Colunistas Marina Camargo Tecnologia

O uso da tecnologia no recomeço pessoal e profissional em tempos difíceis

Escrito por Marina Camargo

Por Leandro Lopes para a Coluna de Tecnologia, de Marina Camargo

Estamos passando por um período complicado, algo que nunca havíamos visto ou vivido antes, uma pandemia que nos deixou presos em casa com medo de um vírus que faz mais vítimas a cada dia.

Se posso dizer algo que nos faça evoluir ou refletir diante de tudo isso é que, por mais que os cenários mudem, nós seres humanos temos uma capacidade incrível de adaptação. Pena que não sabemos disso. Para a maior parte das pessoas, a mudança é um sinal de desconforto que desencadeia outras emoções nem sempre agradáveis.

Outro ponto positivo é a possibilidade de ficarmos próximos aos nossos familiares, mesmo que de longe, preservando a vida e evitando deslocamentos. E o desfecho é bem por aí…Tempo para nós. A hora de cuidar da gente chegou.

Como adaptar?

Estou sempre lembrando aos meus liderados para que eles não pensem no problema e, sim, dar um foco na solução! Essa técnica faz com que possamos lidar com as situações de uma forma melhor e é o que mais nos ajudou internamente e tem nos apoiado em tempos difíceis.

Mais que isso, uma dessas soluções é a tecnologia, que deu o seu boom para fidelizar as relações, as de autocuidado também. Antes, vista para uso em reuniões, hoje transforma os ambientes, deixando-os completos e juntando tribos.

Vejo que as pessoas têm a utilizado da melhor maneira, seja comemorando aniversário, Happy Hour, conversando, entre outras coisas similares ao que fazíamos nos cafés das companhias, fora do horário de trabalho e atividades, lembrando que há diferentes formas de cuidarmos de nós. Isso modificou até a maneira que achávamos que conhecíamos ao estudar, já pensou? Confesso que tinha um “pré-conceito” com aulas on-line, mas como ser humano que sou, me adaptei e sigo fazendo cursos para continuar aperfeiçoando, crescendo…vamos juntos? A pandemia mostrou que sim, é possível.

Recomeçou do zero? Do um? Que tal começar das experiências?

É incrível como a tecnologia tem crescido e se transformado em experiências maravilhosas e feito bem às pessoas, mesmo que o crescimento negativo também tenha aumentado. Mas isso tornou o ainda isolamento em socialização, aproximando-nos, criando momentos de desabafos e descompressão. Isso nos ajuda para seguirmos fortes.

O Coronavírus nos trouxe muitas dores e desconfortos, mas nós, humanos, somos adaptáveis e podemos dar um jeito de nos tornarmos melhor. É como eu digo: “Não foque no problema e, sim, na solução”. Pense em quantas coisas podemos fazer por nós usando os recursos que a tecnologia colocou à nossa disposição. Disponhamos, então. Avante!

 

 

Leandro Lopes é Head de Supply Chain em uma multinacional de dispositivos médicos e atua como mentor, orientando pessoas e instituições a aumentarem seus resultados pessoais e profissionais. Com mais de 20 anos de mercado, também é expert em técnicas de programação neurolinguística (PNL) e Hipnoterapia.
Saiba mais sobre Leandro, clicando aqui , ou o siga nas redes sociais em @leandrolopespnl

 

 

Sobre o autor

Marina Camargo

Marina Camargo é jornalista e pós-graduada em comunicação nas Mídias Digitais e Branded Content. É editora de texto para diversos segmentos e coordena projetos de comunicação no Brasil e no exterior. É fotógrafa voluntária em ONGs da capital paulista e uma das autoras do livro Viver é um Ato de Revolução.

Marina escreve mensalmente para a coluna de Tecnologia do Jornal d'aqui.

Deixe um comentário