Colunistas Põe Poesia Sílvia Rocha

Para as Mães Granjeiras: Estrelas da Vida Inteira

Escrito por Sílvia Rocha

Quando escrevo sobre as mães e filhas granjeiras que colaboraram com esta matéria, a esperança e o consolo me invadem. Apesar de tudo o que estamos vivendo em termos de caos social, político, econômico, para citar só três, apesar das vivências de medo, insegurança, pressão, incerteza, para citar só quatro, seja em relação ao meu quintal, à minha cidade, ao meu estado, país, continente, planeta, há pontos de luz aqui e ali, que nos dão sustentação. Para todas as mães granjeiras, como diria o poeta Manuel Bandeira, estrelas da vida inteira!

Thereza, Theo e Luiza

Me pego sempre olhando esta foto, ou melhor, lembrando dela.
Foi difícil encontrar na caixa, vários instantâneos… muitos de nós juntinhos, coladinhos, filhos no colinho, ainda no ninho.

Ah! Essa foto me diz tanto! Estamos voando, os três, livres, com alegria, coragem… iguais, independente da idade, e juntos.
Talvez eu vislumbre nela o nosso hoje.

“Aprendo que é preciso ter coragem para voar e deixar voar.
E não há estrada mais bela do que essa.” Rubens Alves (Quando os filhos voam…)

Thereza Franco

De mim para Thereza: fiquei muito emocionada com sua foto e seu texto. Muito! É, os filhos voam. Vamos voar também?


Susimari Zanardo Mendez Costa com a filha Gabriela e o filho Bruno

De Susi para a filha e o filho
Ser mãe da Gabi e do Bruno é a melhor experiência que a vida pode me proporcionar! Cresço e me transformo a cada dia!

De Susi para a mãe
Mãe é um privilégio ser sua filha!

Amo minha família, adoro viajar e conhecer pessoas!
Hoje, me realizo cuidando do bem-estar dos alunos da Energy Granja Viana.

Susi Zanardo Mendez Costa

De mim para Susi: nos conhecemos neste ano, lá na Energy, você se animou e logo começou a participar do nosso movimento de sustentabilidade aqui da Granja, o Transition Granja Viana. O nome da sua academia tem tudo a ver com você: pura energia!


Claudia e Sophia

Claudia e Alegra

Claudia e Jessy

 

 

 

 

 

De Claudia Molliet para as três filhas
Sejam plenas de si mesmas, de alma, corpo-mente e espírito.

 

 

De Claudia para a mãe
Agradeço a D. Neusa pela ancestralidade da energia feminina de mulher guerreira. Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima…

Atualmente, sou uma personal do bem-estar. Utilizo uma técnica de rejuvenescimento facial que acalma o sistema nervoso e trabalha cada milímetro da pele do rosto, “descarrega” as tensões e alivia as emoções! 

Claudia Molliet

De mim para Claudia
Nós duas temos nos encontrado nesses últimos anos, na nossa Granja, em muitas atividades de autoconhecimento, principalmente nos últimos anos. E assim, vamos nos autoconhecendo e nos conhecendo, aos poucos!


Edson, Artur, Gabriela Iida e Miriam Nishimura Iida

Chiseko, Ângela, Marcos e Miriam Nishimura

 

 

 

 

 

 

 

Ser: melhor a cada dia
Estar: sempre feliz
Fazer: estar com minhas plantas
Me conectar a Natureza
Produzir meus doces
Faço sempre com muito amor e carinho
Com os meus doces sempre penso que posso levar muita alegria pras pessoas
Participo dos momentos mais felizes das pessoas… em forma de doce

Miriam Nishimura Iida

De mim para Miriam
É muito bom falar desta doce flor, desta flor tão doce. A Miriam é um ponto de luz, alegria e delicadeza na EcoFeira Granja Viana, onde leva suas plantas, e todo o seu carinho, a cada quinze dias. Também conheço seu trabalho como doceira. Doces delicados, belos e deliciosos. Que gostoso falar da Miriam!


Gisele Masetti e Mika Masetti Asvestas

 

 

De Mika para a mãe

Gostaria de dizer (e fazê-lo de fato) à minha mãe que eu a amo! Que amo nossa amizade, nossas ideias, nosso “compartilhado”. Cada vez mais que se passam os anos, posso cada vez mais agradecer e reconhecer minha existência graças – principal e primordialmente – a ela! Te amo, mãe!

Sou letrista e grafiteira e, também, estudante de artes visuais. Se fosse para realmente dizer o que gosto de fazer, isso ocuparia inúmeras linhas! Como é possível ver, gosto das artes em geral, sejam visuais, sejam literárias, cênicas… gosto de esportes, envolvimento e conhecimento do corpo, do sentir. Gosto de cozinhar, experimentar novos temperos e aromas… acredito que tudo que envolva os sentidos me atrai. Além de, claro, aspectos sociais, filosóficos e antropológicos da vida e do ser humano! São, com certeza, assuntos que pautam meu dia a dia e minhas questões perante a vida e a humanidade!

Mika Masetti Asvestas

De mim para a Mika
Gostei muito de te conhecer desde a nossa entrevista, há um ano, aqui para o Jornal d’aqui. Você exala arte, alegria, vida e alegria de viver, Mika!


Marise Teixeira e a filha Bruna

 

De Marise para a filha

Amo minha filha. Ela é o bem mais precioso!

De Marise para a mãe

Mãe, sou grata pela senhora me amar, cuida, educar. Sou grata por ser sua filha. Mesmo já estando nos braços do Senhor, sei que a senhora fez um ótimo papel de mãe.

Gosto de estar perto das pessoas que mais amo.

Marise Teixeira

De Sílvia para Marisinha
A gente se conhece há cerca de 25 anos e você sempre tão querida! Uma das melhores manicures e depiladores da Granja Viana, e, para mim, a melhor!


Solange e os sobrinhos Pedrinho, Harry, Maria Eduarda e Stephany

Solange Viana e a mãe Cida Oliveira

 

 

 

 

 

 

 

 

De Solange para os sobrinhos
Amores eternos. Faço qualquer coisa por eles.

Minha mamãe é meu porto seguro. Quase sempre estamos juntas.
Nossa família é muito unida. Professora de ciências e matemática, ela é pura sensibilidade. Chora à toa, até em comercial de margarina. Guerreira, sempre cuidou de nós, somos quatro irmãs. Somo fortes! Quando meu pai estudava medicina em outra cidade, era ela quem segurava a onda. Ela nos incentiva e sempre consegue saber do que precisamos.

Solange Viana
Galerista, atriz, jornalista, assessora de imprensa

De mim para Solange:
Vizinha e companheira de voluntariado em sustentabilidade, no grupo Transition Granja Viana. Sol, você é uma grande inspiração! Admiro a forma com que vem se dedicando ao seu autoconhecimento e, sobretudo, às suas manifestações diárias sobre a gratidão. Sou grata por acompanhar sua jornada!


Cacia Prola e os filhos Gabriel e Eduardo

 

 

De Cacia para os filhos
Meninos, vocês renovam as minhas energias e a cada dia descubro que vocês são a melhor parte de mim.
Amo vocês!

Sou professora de ballet, funcional, pilates, jazz e também trabalho como personal trainer.

 

 

Cacia Prola

De mim para Cacia
Minha querida professora de “power ballet”, na Academia Energy. Muito bom te conhecer, fazer as suas aulas e, a cada dia, somos brindadas pela sincronia de conhecermos pessoas em comum na nossa Granja Viana e fora dela!

Sobre o autor

Sílvia Rocha

Sílvia Rocha mora na Granja Viana desde 1994.
É graduada e mestre em Comunicação Social – Jornalismo – pela Escola de Comunicações e Artes da USP.

Pratica o haikai – micropoemas de origem japonesa, inspirados na natureza – desde 1984. Publicou a segunda edição de Estação Haikai e Gestação Haikai, pela editora É selo de língua, 2015. Ganhou o Concurso de Poesia Falada do Café das Flores e da Revista Escrita com As Quatro Estações do Ano, em 1987.

Escreve matérias, artigos e crônicas para veículos impressos e virtuais e conduz a oficina Haikai: universo em três versos em grupos, individualmente, presencialmente e à distância.

Site: www.silviarocha.com.br

Deixe um comentário