Colunistas Délia Costa Provocações

Proibido Nascer no Paraíso

mm
Escrito por Délia Costa

O longa acompanha o dia-a-dia de Ione, Harlene e Babalu, três gestantes cujas famílias vivem em Noronha há décadas, mas são obrigadas a se deslocar para o continente para realizarem seus partos.

A diretora Joana conta que o tema é de interesse de todos os moradores e moradoras locais, e, por isso, todo mundo a ajudou muito trazendo-lhe informações. Para realizar o filme, ela também explica que foi preciso conhecer a ilha, suas peculiaridades administrativas.

Fernando de Noronha, um lugar dentro do Brasil com uma lógica própria, não é um município, é um distrito estadual de Pernambuco, o administrador é um cargo nomeado pelo governador, assim como todo pessoal de apoio. A única instância local com eleição democrática é o Conselho Distrital, que não tem função legislativa. A ilha até hoje funciona, de certa forma, como um presídio ou um quartel, a população é tutelada. Tudo é controlado pelo “Palácio”, como os moradores chamam a sede da administração na ilha. E assim é com a política habitacional, moradores permanentes – com mais de 10 anos de ilha – podem por o nome em uma lista e esperar pelo recebimento de um terreno, ou uma casa, já que oficialmente não há compra e venda de imóveis.

A ilha é linda e a vida que se mostra no documentário é a vida num paraíso. A preocupação com Fernando de Noronha agora se agrava com as notícias de que a Petrobrás pretende trabalhar num local bem perto de Fernando de Noronha.

Vale muito a pena assistir.

PROVOCAÇÃO: você conhece seu país? Interessa-se por ele?

TRAILER:

SINOPSE:
Mulheres locais de Fernando de Noronha são impedidas de dar à luz na ilha, onde o espaço é cada dia mais disputado com o turismo.

FICHA TÉCNICA:
Título: Proibido Nascer no Paraíso
Título Original: Proibido Nascer no Paraíso
Produção – Joana Nin e Ade Muri
Direção – Joana Nin
Ano – 2021
País: Brasil
Duração – 78 minutos
Classificação indicativa – Livre

Aonde assistir: a estreia do documentário foi adiada devido à pandemia reinante. Noticiaremos logo que soubermos de seu lançamento.

Sobre o autor

mm

Délia Costa

Paulistana da gema, engenheira, amante do cinema.

Nos tempos de faculdade, fez parte do Cine Clube Frango Areia e Farofa carregando projetores, rolos de filmes e fazendo, sem muito sucesso, faixas e cartazes de divulgação (fez uma inusitada faixa de cabeça-para-baixo!).

De engenheira a professora, fundadora do MDGV - Movimento em Defesa da Granja Viana e criadora do Cine Libélula, cineclube da Granja Viana (2013 e 2014), um dos geradores desta coluna.
“Provocações" quer desafiar as pessoas a pensar, assistir filmes, ler livros, ir a peças de teatro, consertos, exposições.

"Provocações" é também uma homenagem ao querido Antônio Abujamra e seu programa na TV Cultura.

Deixe um comentário