Carina Lima Colunistas Crônica

Quanto tempo somos capazes de viver um luto?

mm
Escrito por Carina Lima

Quanto tempo somos capazes de viver um luto? Calma, não me refiro apenas a pessoas que chegaram a óbito, mas pessoas que saíram da nossa vida por quaisquer que sejam os motivos.

Quando pensamos no luto de pessoas que perdemos, fatalmente é um outro modo a se considerar, pois apesar de nunca estarmos preparados para isso, é também de certo modo a única certeza da vida e sabemos que essa pessoa não vai voltar independentemente do tempo.

Agora, quando pensamos em pessoas que saíram de nossas vidas por conta de uma briga, um distanciamento ou só porque chegou a hora de cada uma ir para o seu lado, é um luto diferente, pois sabemos que a pessoa está ali e temos muitas vezes as redes sociais para stalkear nos deixando perto, mesmo que de longe.

Quando pensamos no segundo ponto, vem a seguinte indagação: feliz é quem não se apega? Mas só quem não se apega que é capaz de opinar como é do outro lado, eu ouso dizer que ambos os lados sofrem e de formas distintas, não há quem mais ou quem menos, apenas sofrem quando permitem deixar-se envolver em uma relação a ponto de se apegar.

O luto é inevitável em uma relação ou vivência, em algum momento vamos passar por ele e não vamos sair ilesos, vamos sair cheios de aprendizados, independentemente de qual luto seja e acredito muito que o maior aprendizado é viver cada instante como se não houvesse o amanhã (com responsabilidade rsrs).

Sobre o autor

mm

Carina Lima

Carina Lima, nascida em 1992, estudante de Psicologia. Cada um tem sua missão e dom na vida, muitas vezes perdemos o tempo nos limitando a coisas do nosso dia a dia e somos engolidos por eles e é ai que mora a questão, por esse motivo eu resolvi olhar para mim e para o outro. Talvez você não acredite, mas um texto pode mudar a vida de alguém e ele pode ser uma mão estendida de você não está só.
Insta: littlebee_think / @liiimaca

3 Comentários

Deixe uma resposta para Márcia Tamura Rodrigues X