Esporte

Relembre craques que iniciaram a carreira no CFA de Cotia

Escrito por Redação

Após passar por uma temporada difícil em 2017, o torcedor do São Paulo Futebol Clube anda tendo mais motivos para sorrir em 2018. A equipe liderou o Brasileirão durante boa parte da competição e, faltando menos de dois meses para o fim da Série A, o Tricolor Paulista ainda segue com chances de título e, provavelmente, vai carimbar uma vaga para voltar à Libertadores em 2019. No entanto, além de voltar a ser destaque dentro do campo na categoria profissional, outro fator faz com que o São Paulo seja bem quisto pela população cotiana e da região: o Centro de Formação de Atletas do clube, localizado na Vila Montserrat, em Cotia.

Inaugurado em 2005 pelo então presidente do São Paulo Marcelo Portugal Gouvêa, o CFA de Cotia já nasceu dando sorte ao clube, já que abriu suas portas no ano do último título mundial do São Paulo. Desde então, vários craques que despontaram para o futebol mundial já foram revelados na estrutura, que conta com oito campos oficiais, alojamento para 110 jogadores e muitas outras facilidades em seus 230.000 metros quadrados.

Enquanto a população da cidade comemora as conquistas dos atletas cotianos em outras modalidades, o São Paulo segue aproveitando o espaço para formar seus novos craques. A equipe profissional também utiliza o CFA de Cotia para treinamentos, como fez durante a Copa do Mundo de 2018. Mas e você… consegue lembrar dos craques são-paulinos que já desfilaram sua habilidade nos gramados de Cotia? Não? Nós vamos ajudar. Relembre três deles a seguir:

Hernanes

Anderson Hernanes de Carvalho Viana Lima, ou simplesmente Hernanes, nasceu em 1985 e foi a primeira grande revelação do CFA de Cotia. O recifense chegou ao São Paulo após se destacar no Unibol, de Pernambuco, ainda nas categorias de base. Logo em seus primeiros meses no CFA, Hernanes já encantou a todos com seu futebol técnico e com os chutes certeiros, tanto com a perna esquerda, quanto com a direita. Com o Tricolor, Hernanes foi bicampeão brasileiro antes de ser vendido para a Lazio, em 2010.

Sete anos depois, em 2017, Hernanes voltou ao São Paulo e foi o grande maestro do clube na corrida contra o rebaixamento no Brasileirão. O “Profeta”, como é chamado, também defendeu a Seleção Brasileira, sendo convocado pela primeira vez em 2008 e tendo disputado a Copa do Mundo de 2014.

Lucas Moura

Lucas Moura comemora o título da Sul Americana 2012 (Divulgação/Internet)

Alguns anos depois de Hernanes, a bola seguia rolando em Cotia, tanto nos campeonato amadores do município, quanto no Centro de Formações do São Paulo. E foi por lá que brilhou a estrela de Lucas Rodrigues Moura da Silva, nascido em 1992, hoje simplesmente Lucas Moura. O menino habilidoso nascido na capital paulista chegou ao Tricolor aos 13 anos. Lucas, que à época era conhecido como Marcelinho pela semelhança com o ex-jogador Marcelinho Carioca, jogou por três anos no Corinthians antes de chegar à Cotia.

No entanto, passou a jogar no São Paulo porque seu pai, acreditando que o futebol vai muito além de um simples jogo, considerou que o clube – e o CFA – dariam mais condições ao menino, não só no futebol, mas também em assuntos relacionados à educação e crescimento.

Marcelinho cresceu, tornou-se Lucas Moura, chegou ao profissional do São Paulo e conquistou a Copa Sul Americana em 2012, aos 20 anos. Depois, transferiu-se para o futebol europeu. Atuou no PSG e, atualmente, defende o Tottenham, da Inglaterra. Em boa fase, voltou a ser convocado para a Seleção Brasileira pelo técnico Tite.

David Neres

David Neres Campos, ou simplesmente David Neres, nasceu em 1997 e é mais um paulistano que se mudou para Cotia para começar sua trajetória no futebol. Após se destacar nos gramados do CFA e na base do Tricolor, o canhoto que atua na ponta-direita chegou à equipe principal em 2015, quando estreou em uma vitória de virada do São Paulo sobre o Fluminense por 2×1.

No início de 2017, David Neres acabou vendido para o Ajax, da Holanda, em uma transação de 12 milhões de Euros. Desde então, o garoto que brilhava em Cotia, hoje com 21 anos, vem se destacando na Europa, e já há quem peça para que seu nome seja lembrado na Seleção.

Qual será a próxima joia revelada em Cotia? Só o futuro dirá.

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário