Esporte Território

‘Roda dos Capoeiristas de Cotia’ vai homenagear grandes nomes do esporte.

Escrito por Redação
Movimento cultural acontecerá todo segundo sábado de cada mês, até novembro, na Praça Joaquim Nunes, região central

Ao longo de 2020, sempre no segundo sábado do mês, o Movimento ‘Roda dos Capoeiristas de Cotia’ vai realizar encontros, na Praça Joaquim Nunes, para divulgar esta expressão cultural, arte marcial, cultura popular e dança junto à população, além disso, sob o tema “Herança das Tradições”, prestará homenagens a grandes nomes do esporte. O Mestre Jaguara foi o escolhido e está confirmado para abrir a programação. O Movimento é realizado por grupos de capoeira de Cotia e conta com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer.

A primeira Roda está marcada para o dia 8 de fevereiro, a partir das 16h30. Quem passar por lá vai participar de uma vivência com o Mestre Jaguara, em seguida, terá uma roda de capoeira com a participação de diversas academias. A Roda dos Capoeiristas de Cotia é livre para todos que quiserem participar. “A ideia é proporcionar este contato com a capoeira, é disseminar a sua história e a história daqueles que se dedicam a ela”, comentou o professor Rabo de Saia, da Escola de Capoeira Inchui, um dos organizadores do evento.

O homenageado, Mestre Jaguara, falou um pouco sobre a função social e comportamental da Capoeira. “Capoeira é mais do que uma expressão cultural, é a possibilidade de resgate dos jovens das drogas, imprime respeito e formação do ser humano. Estou muito feliz com a homenagem”, disse.

Está prevista ainda samba de roda, puxada de rede e maculelê. “O Departamento de Cultura entende a importância de um evento como este que acontecerá todo mês, em praça pública, de forma livre e gratuita para todos. São quase 30 professores e mestres de capoeira em Cotia e 19 grupos. Números que atestam a força desta expressão cultural em nossa cidade”, avaliou Gilmar de Almeida, Gestor de Cultura.

Desde 2014, a Roda de Capoeira é considerada um Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, reconhecimento dado pela Unesco. Originada no século XVII, em pleno período escravista, desenvolveu-se como forma de sociabilidade e solidariedade entre os africanos escravizados, estratégia para lidarem com o controle e a violência. Hoje, é um dos maiores símbolos da identidade brasileira e está presente em todo território nacional, além de praticada em mais de 160 países, em todos os continentes.

Sobre o Mestre Jaguara

A história do Mestre Jaguara com a Capoeira remonta ao ano de 1975, em Olinda, Recife, quando começou a treinar. De lá para cá, não deixou mais a prática. Em 1981, chegou a São Paulo como aluno na cidade de Itapevi, local onde deu continuidade ao aperfeiçoamento da Capoeira. Foi instrutor, professor e, desde 1991, é reconhecido pela Federação Paulista de Capoeira como Mestre.

Desde 1992, Jaguara é professor na Secretaria de Esportes, Cultura e Lazer de Cotia, onde trabalha com crianças, adolescentes e adultos.

Em sua trajetória, acumula 16 títulos como jogador, cantador e tocador de Capoeira, entre os títulos, está um mundial conquistado em 2001, na Europa, como cantador.

Entre os seus mestres estiveram Mestre Zambu, Mestre Gato e o Mestre Burguês.

Serviço:

Roda dos Capoeiristas de Cotia ‘Herança das Tradições’

Presença confirmada: Mestre Jaguara

Todo segundo sábado do mês

Estreia dia 8 de fevereiro

Das 16h30 às 20h

Local: Praça Joaquim Nunes (Av. Nossa Senhora de Fátima, Vila Monte Serrat, próximo ao Cemitério Central Velho)

Gratuito

Livre

Datas das próximas Roda dos Capoeiristas de Cotia:

8/02, 14/03, 11/04, 9/05, 13/06, 11/07, 8/08, 12/09, 10/10 e 14/11

Em destaque: Mestre Jaguara  (fotos VagnerSantos)

 

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário