Agenda

17/02 Templo Zu Lai espera milhares de pessoas para o Ano Novo Chinês

Escrito por Redação
Evento acontece dia 17 de fevereiro e comemora o ano do Porco

Para celebrar o início de um novo ciclo da cultura oriental, o Templo Zu Lai, o maior da América Latina, localizado em Cotia, realiza mais uma edição do Ano Novo Chinês, com uma agenda repleta de atrações para toda a família.

A organização espera um público recorde – ano passado, 17 mil pessoas prestigiaram a festa – que poderá curtir a saborosa gastronomia oriental – seja por meio das comidinhas vendidas nas barracas típicas ou pelo saudável almoço vegetariano disponível no restaurante do Templo – até as apresentações especiais e as oficinas criativas. As grandes estrelas do encontro, a Cerimônia dos Mil Budas e as aguardadas danças do Leão e do Dragão, abrilhantarão o dia, que promete ser quente, típico do verão tropical.

O evento, que acontece no dia 17 de fevereiro, a partir das 10 horas, receberá gente de toda parte do Brasil e do mundo. É que, assim como nos anos anteriores, autoridades e jornalistas chineses também marcam presença. Muitos praticantes budistas também fazem questão de participar da comemoração, que atrai pessoas de todas as idades.

Segundo o horóscopo Chinês, um dos mais antigos do mundo, 2019 é o ano do Porco, época em que estará em alta a compreensão, a generosidade, o trabalho e a riqueza. “Ao contrário do que indica a sua reputação negativa do Ocidente, o porco, para os chineses, é o animal mais generoso, trabalhador e perfeccionista do zodíaco”, explica a abadessa Miao Yen, a maior autoridade budista latino-americana.

O Ano Novo Chinês é uma referência à data de rito do ano novo adotada por diversas nações do oriente, que seguem o calendário chinês. Algumas curiosidades chamam a atenção dos participantes: a data de início de cada ano novo chinês cai em uma data diferente do calendário ocidental e os chineses relacionam cada novo ano a um dos doze animais que teriam atendido ao chamado do Rei Celestial para um Grande Encontro. Apenas doze teriam se apresentado ao Rei, que em agradecimento, os transformou nos signos da Astrologia Chinesa: rato, búfalo/boi, tigre, coelho, dragão, serpente/cobra, cavalo, carneiro/cabra, macaco, galo, cachorro/cão e o javali/porco.

Para a realização deste evento, o Templo recebe o apoio da Prefeitura de Cotia, por meio das seguintes Secretarias Municipais: de Segurança Pública, Cultura, Esporte e Lazer, Saúde e Trânsito, que organiza o trânsito da região para receber os convidados. Os comerciantes que dividem o endereço com o Zu Lai festejam a vinda de turistas, que movimentam o comércio local.

Por mais um ano, o evento se consagra como o maior encontro religioso da cidade de Cotia.

Confira a programação completa:
10h – Cerimônia dos Mil Budas
10h – Workshops: Origami, caligrafia chinesa, entre outros
11h – Almoço vegetariano – barracas com comidas típicas
13h – Dança do Leão e do Dragão, apresentações diversas

Serviços
Ano Novo Chinês 2019
Onde: Templo Zu Lai – Estrada Fernando Nobre, 1461 (Acesso pelo km 28,5 da Rodovia Raposo Tavares) – Cotia/São Paulo
Horário: A partir das 10h
Entrada Gratuita
Credenciamento de imprensa e Informações
Mariana Marçal
mariana@marimarcal.com.br / (11) 95650-3591

Atenção
O ideal é ir com uma roupa confortável, lembrando que jornalistas e fotógrafos que cobrirão o evento não devem ir de bermuda, shorts ou saia para que possam andar livremente pelo evento. O não cumprimento desta solicitação determina que o profissional seja barrado em alguns espaços como na sala Grande Heroi, onde acontece a Cerimônia dos Mil Budas.

A credencial de entrada e estacionamento será liberada mediante confirmação, que deverá ser feita até o dia 15/02/2019, às 19 horas.

Fotos de Divulgação: Camila Amores

Sobre o autor

Redação

O Jornal d'aqui digital é uma prestadora de serviços que atua com comunicação na região da Granja Viana, Cotia (SP). Nasceu originalmente em 1979 como mídia impressa e assim atuou durante 35 anos. O formato atual surgiu a partir de um movimento de amigos/leitores inconformados com o encerramento de suas publicações.

Deixe um comentário